0

Brasília é a inspiração para o verão de Elie Tahari

Elie Tahari apresentou sua coleção feminina para o verão 2014 na semana de moda de Nova York e usou a arquitetura de Brasília como inspiração. A coleção apresenta o contraste de formas lineares fortes com curvas graciosas, símbolos das criações de Oscar Niemeyer, resultando numa coleção com cara futurística-esportiva. Elementos como tecidos de alta tecnologia, zíperes expostos, couro cortado a laser e ilhóses geométricos complementam o mood. A coleção traz um mix de tecidos leves como a organza e mais pesados como couro, e as estampas são florais e cobra. A paleta de cores traz o preto, branco, menta suave, areia, azul brilhante e neon pink.

dcc8754991a97b80_Elie_Tahari_RS14_9040.xxxlarge

6125c71b8bbc2539_Elie_Tahari_RS14_8792.xxxlarge

E só para relembrar, Oscar Niemeyer já foi inspiração para muitos estilistas, e vale dar uma conferida em como alguns deles traduziram para sua coleção a obra do mais famoso arquiteto brasileiro:

Jean-Charles de Castelbajac se inspirou nas obras de Niemeyer e na flora brasileira para sua coleção de verão 2013:

JCC

Assim como Jean-Charles, a grife Guy Laroche também usou o arquiteto como inspiração para e mesma temporada:

Guy

O verão 2013 da marca Vivaz também teve as obras do arquiteto de Brasília como inspiração, além de Lygia Clark:

Vivaz

A Calvin Klein, sob comando do brasileiro Francisco Costa, trouxe a influência de Oscar Niemeyer para a coleção de verão 2012:

Calvin Klein

O inverno 2011 de Gloria Coelho fui influenciado pelas obras de arquitetura modernista de Frank Lloyd Wright, Frank Gehry e Oscar Niemeyer:

Gloria

A coleção de estreia de Pedro Lourenço em Paris – inverno 2010 também teve o arquiteto como inspiração:

Pedro Lourenço

Assim como verão 2010 masculino da Gucci:

Gucci

Fontes: Style, Lilian Pacce, FashionBubbles, GQ Magazine, Vogue e Puretrend

0

Quando a feira encontra a joalheria…

Há quase um ano, nesse post, falamos sobre a interação comida+moda+fotografia. E ela se repete no editorial Hat Attitude da Vogue Itália – Joias, onde legumes e verduras fazem as vezes de chapéus, tiaras e casquetes e se misturam com belíssimas jóias:

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude-1

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude-2

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude-3

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude-4

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude-5

vogue-gioiello-may-2013-hat-attitude-6

Fonte: The Citizens of Fashion

8

Mais polêmica na estamparia!

Não é a primeira comparação e não será a última… Na semana passada, via Instagram, a marca Vena Cava “acusou” a marca Alice+Olivia de se inspirar em uma estampa de sua coleção de inverno 2012 para peças da coleção resort 2014:

2013_5_Vena-Cava-Alice-Olivia

Vena Cava Inverno 2012 x Alice+Olivia Resort 2014

Vena Cava Inverno 2012 x Alice+Olivia Resort 2014

A Vena Cava alega que a criação de sua estampa foi inspirada no vestido vintage da estilista da marca Lisa Mayock, enquanto a estilista da Alice + Olivia Stacey Bendet, garante que a inspiração para a estampa da marca foi um tecido vintage do seu escritório, e como o tema era botânico, criaram sua versão original:

Vestido vintage da estilista da Vena Cava - imagem da revista Elle de agosto/2009

Vestido vintage da estilista da Vena Cava – imagem da revista Elle de agosto/2009

Tecido vintage da estilista da Alice+Olivia

Tecido vintage da estilista da Alice+Olivia

Esse imbróglio demonstra um pouco a dificuldade de quem trabalha com criação em moda. Enquanto as leis de direitos autorais protegem muitas formas de artes, na moda poucos itens são patenteados. Um dos motivos é o alto custo e, além disso, para se obter uma patente é exigido um padrão de novidade e originalidade que muitas vezes é difícil de alcançar já que muitas coisas são releituras de criações anteriores.

A discução entre as marcas acima é interessante, uma vez que a inspiração para ambas as marcas foram de padrões já existentes. Então, com que propriedade a Vena Cava cobra uma inspiração? É muito estranho e sabemos que existem, e muito, as cópias – umas até bem descaradas e declaradas, e já abordamos o assunto algumas vezes – aqui, aqui e aqui – no nosso blog.

Será que poderíamos entrar na briga? Duas de nossas estampas florais (criadas há bastante tempo aliás), com as cores alteradas para as da disputa, poderiam ser consideradas irmãs…

Iris01

Lírio2

Fontes: racked.com