0

Enlace

Sabe aquele adicionador instantâneo de feminilidade, o laço? Então… Para dar uma protegida no pescoço nos dias mais frios e ainda aumentar o charme do look, que tal abusar do laço ou mesmo um nozinho no lugar do decote? Tem sido uma grande aposta nos desfiles de inverno 2015/16. Ainda que muitos deles sejam parte dos tops, vale usar a criatividade e abusar dos lenços e fitas:

Oscar de La Renta

Oscar de La Renta

Bottega Veneta

Bottega Veneta

Gucci

Gucci

Fonte: Style.com

0

São Paulo Fashion Week – 1º dia

Fizemos um resumo do primeiro dia de desfiles da São Paulo Fashion Week:

Animale: com inspiração nas noites da savana africana, o desfile da Animale veio repleto de tons terrosos e dourado, pontuados por verdes e amarelos. Nas estampas, predomínio de animais. Nos materiais, a fluidez da Seda, misturada ao tradicional trabalho em coura da marca, mais ráfia e palha:

Triton: a inspiração da Triton para o desfile de verão da marca foi o Japão, mais precisamente na arquitetura urbana. As estampas trazem um mix de símbolos urbanos com uma pegada Artsy, através das mãos do artista plástico Lucas Simões. A cartela de cores é bem colorida e vibrante como roxo, rosa, verde e azul. A modelagem descontruída e assimátrica também é uma característica da coleção:

Alexandre Herchcovitch: com inspiração no ídolo Boy George, a coleção de Herchcovitch trouxe uma silhueta com releitura dos anos 80, com uma modelagem rígida porém divertida, já que contava com corações e quadriculados. As cores predominantes foram o amarelo, verde, Pink, marinho e preto e branco:

Fause Haten: sua inspiração veio da música “Na noite”, que faz parte do CD do estilista lançado ano passado. Unindo duas paixões, a coleção apresentou muita transparência, recortes e decotes profundos. As estampas foram geométricas e borboletas. Depois de uma enxurrada de cores na entrada do desfile, o branco e o preto tomaram conta do final da apresentação, com vestidos ultrafemininos no estilo boudoir:

Tufi Duek: a inspiração da coleção veio do livro “Botânica Magnífica” de Jonathan Singer, além das texturas, formatos e cores de flores. Diferentemente do comum, a coleção não conta com uma estampa floral sequer. As referências se encontram nas camadas de tecidos que formam pétalas, nos tules, nas aplicações. Muito presente as sobreposições e texturas, balenceando transparências e tecidos mais pesados:

Fonte: Vogue, FFW e Modaspot

0

Croco Chique

O couro de crocodilo (ou a estampa imitando) foi febre nas passarelas dos desfiles internacionais de inverno. O site Style fez uma seleção de algumas marcas que usaram o croco e pode-se perceber como ele deixa as peças sofisticadas e chiques:

Diesel

Dries Van Noten

Emilio Pucci

Fendi

Giambattista Valli

Gucci

Kanye West

Max Mara

Missoni

Reed Krakoff

Roberto Cavalli

Stella McCartney

Topshop Unique

Fonte: Style.com